Google+

English

Banda He Saike convida rapper californiano e cria versão única de sucesso do samba

A partir do desejo de mesclar a irreverência do samba e a atmosfera do pop com outras estéticas, o He Saike construiu um estilo próprio que o grupo batizou de ‘popsamba’. Com uma boa recepção do público, essa ideia de juntar diferentes gêneros e produzir algo novo chega ao clássico “Cigana”, que ganha nova versão executada pela banda e um convidado especial.

Um dos maiores hits do samba, “Cigana” foi lançada na década de 90 pelo Raça Negra e marcou época. O He Saike decidiu, então, dar uma cara nova à faixa, com novos arranjos e convidando o rapper Gshytt. Os primeiros acordes já deixam clara a intenção de incluir batidas renovadas na música. Além disso, a sintonia entre os timbres característicos do synth pop e do surdo percussivo do samba ajudam a dar ainda mais presença ao som. Por fim, acrescentando um toque especial, o californiano Gshytt participa com seus versos em inglês ao estilo spoken word. De acordo com o vocalista Bruno Saike, “no Brasil há sempre um certo receio em buscar misturar sonoridades, o que muitas vezes limita o músico e segmenta seu público, isso não impede o He Saike de amplificar horizontes e ampliar tendências”.

Aproveitando a onda nostálgica que revive sucessos dos anos 90, o He Saike pretende agradar diferentes faixas etárias de ouvintes sem se prender a estilos pré-definido. A nova versão de “Cigana”, com participação de Gshytt, já está disponível em todos os aplicativos de música, num lançamento da gravadora Deck.

>> Ouça o single: https://HeSaike.lnk.to/GshyttCiganaPR