Google+

English


Emanuelle Araújo na Web

Sobre

Atriz e cantora, a baiana Emanuelle Araújo iniciou sua carreira no teatro e na música aos 10 anos, participando de musicais envolvendo representação, canto e dança. Na Bahia, integrou a Companhia de Dança e Teatro Interart por 12 anos e, também, a Companhia de Teatro Solta a Minha Orelha. Participou de várias bandas do cenário musical baiano e em 1998 ingressou na faculdade de Artes Cênicas, no curso de interpretação teatral da UFBA. Consagrou-se como cantora, a partir de 1999, como vocalista da Banda Eva. Desde 2004, escolheu o Rio de Janeiro para viver e consolidar sua carreira, com trabalhos no teatro, TV, cinema, publicidade e música, fazendo campanhas publicitárias e iniciando o projeto da Banda Moinho com a percussionista Lanlan e o violinista e arranjador Toni Costa.


Em 2006, estreou no cinema nacional com o longa “Ó PaÍ Ó” e em 2007 na novela “Pé na jaca”, fazendo em sequência um total de 7 folhetins na TV Globo, além de participações em séries e seriados. Lançou, no início de 2014 o longa “SOS Mulheres ao Mar” e em seguida “Até que a morte nos separe 3”, de Fernando Santucci. Em abril deste mesmo ano apresentou seu novo CD da banda Moinho. Hoje conduz sua carreira de atriz e cantora ativamente. Em breve estreará em “A lei do amor”, próxima novela das 21h de Maria Adelaide Amaral e Vicent Villari, com direção de Denise Saraceni e, em agosto, a série “E aí, comeu?”, do canal Multishow, como a personagem Leila. No ano que vem estará no filme “O rei das manhãs”, de Daniel Resende. Em Setembro lançara seu primeiro CD solo “O Problema é a Velocidade” pela Deck.

Discografia