Google+

English

Capa_Gang_do_Eletro

Comprar


CD Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • Piripaque
  • Tubagás
  • Só No Charminho
  • Velocidade do Eletro
  • Eletro do Robô
  • Dançando no Salão Part.Especial: Felipe Cordeiro
  • Esquenta
  • Galera da Laje
  • Vamos de Barco
  • Una Cosa
Gang do Eletro
26/02/2013

Deck e Gang do Eletro advertem: ouvir esse disco pode causar movimentos involuntários de pernas, braços, ombros, pescoço e quadril. Continuar a execução é de sua total responsabilidade. Pode parecer um “piripaque”, como a faixa de abertura anuncia, mas é só o seu corpo se deixando levar pela batida cativante e ritmo envolvente do primeiro álbum homônimo do quarteto paraense Gang do Eletro.

O grupo formado por Keila Gentil, Maderito, William Love e Waldo Squash começou postando algumas músicas na internet, o público foi conhecendo e atraindo-se pela batida irresistível do grupo. Pouco tempo depois eram uma das maiores apostas da cena paraense e, em seguida, foram conquistando o Brasil até assinar com a gravadora Deck, ganhar o Prêmio Multishow 2012 na categoria “Revelação” e lançar seu primeiro álbum, “Gang do Eletro”.

Todas as músicas do disco foram mixadas, gravadas, produzidas e masterizadas por Waldo Squash, que tem influência de nomes como Daft Punk e Kraftwerk e já trabalhou com mais de 100 artistas, de Pet Shop Boys à Gaby Amarantos.

As bases são inspiradíssimas e combinam o dance europeu, a cumbia, o carimbó, o reggaeton e o tecnobrega, entre outros ritmos, numa criação musical sem limites. As faixas compõem uma viagem não só auditiva, mas quase visual da cena urbana de Belém, que são anunciadas já nos seus títulos. “Vamos de Barco” com Waldo até a cidade, conhecemos a “Galera da Laje”, gravada por Gaby Amarantos em seu disco “Treme”, e a equipe “Tubagás”, das tradicionais festas de aparelhagem. A todo momento, entra-se na “Velocidade do Eletro”, deixando-se levar pelo “treme”, e “Dançando no Salão”, uma música do mais puro ritmo latino, o clima “Esquenta”. Completando as 10 faixas do álbum, ainda estão a futurista “Eletro do Robô”, “Una Cosa” e “Só no Charminho”.

Ao terminar a audição do CD, seus músculos aos poucos relaxarão, mas os refrões continuarão a ecoar na sua cabeça por algum tempo. Continua sendo de sua inteira responsabilidade a execução. E um desafio não colocar no “repeat” e ficar viciado nesse novo ritmo excêntrico e muito original.


Produtos Relacionados