Google+

English


Comprar


CD Digital

Escute o Albúm

  • O Sertão Precisa é Disso
  • Flauta do Abandono
  • Sertão Mourisco
  • Terma do Circo Nagib Mazzola
  • Boato
  • Facheiros e Mandacarus
  • Duelo
  • Premonição
  • Incelença de Cangaço
  • Flauta da Despedida
  • Aboio Profundo
  • Flores do Cerrado
  • Sedução
  • O Destino Atrás do Tempo
Alceu Valença – A Luneta do Tempo (Trilha Sonora Original de Alceu Valença)
18/03/2016

Alceu Valença é sem dúvida um dos mais importantes nomes da cultura nacional. Além de produzir músicas atemporais, em 2015 ele lançou seu primeiro filme, escrito e dirigido por ele, “A Luneta do Tempo”. A trilha sonora, ganhadora do Festival de Cinema de Gramado (2015), chega às lojas e em formato digital em CD duplo, pela Deck.

O filme reúne amor e cangaço, mergulhando no inconsciente dos cantadores anônimos, dos cegos arautos de feira, no universo da literatura de Cordel e expõe uma herança cultural, política e poética. A trilha é composta por 26 faixas, todas inéditas e de autoria de Alceu, que também canta a maioria delas. O elenco do filme interpreta alguma das faixas, como o protagonista Irandhir Santos, que canta “Concriz Cantador”, e Ari de Arimateia, em “Lua Distraída”. Além de embalar a história do filme, as músicas fazem parte do roteiro, muitas vezes estabelecendo um diálogo direto com as cenas.


Comprar


Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • O Sertão Precisa é Disso
  • Paraíso
Alceu Valença – A Luneta do Tempo – Trilha Sonora Original de Alceu Valença (Single)
05/02/2016

Alceu Valença é sem dúvida um dos mais importantes nomes da cultura nacional. Além de produzir músicas atemporais, em 2015 ele lançou seu primeiro filme, escrito e dirigido por ele, “A Luneta do Tempo”. A trilha sonora, ganhadora do Festival de Cinema de Gramado (2015), será lançada em março pela Deck. Enquanto o CD duplo não chega, hoje são disponibilizadas as faixas “O Sertão Precisa É Disso” e “Paraíso”.

O filme reúne amor e cangaço, mergulhando no inconsciente dos cantadores anônimos, dos cegos arautos de feira, no universo da literatura de Cordel e expõe uma herança cultural, política e poética. “O Sertão Precisa É Disso” é um dos destaques da trilha, assim como “Paraíso”, uma toada mais leve, que canta a chegada de Maria Bonita e Lampião ao paraíso. Assim como as demais 26 faixas que compõem a trilha, as duas disponibilizadas hoje são de autoria de Alceu


Produtos Relacionados