Google+

English


Comprar


Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • Desagradável Aparelho (feat. Naná Rizinni)
  • Não Ladrão
  • Desde o Início (feat. Rogério Flausino)
  • Abduzida
  • A Sedução de Um Desejo (feat. Naná Rizzini)
  • Duda (feat. Naná Rizzini & Wilson Teixeira)
  • Animal (feat. Camila Siqueira)
  • Boneca de Posto (feat. Marina Gasolina & Camila Siqueira)
  • Deu Ruim
  • Não Vai Dominar (feat. Guilherme Arantes)
  • Toque
  • Invisível
  • Fracasso Favorito
Adriano Cintra – Animal
16/09/2014

Cantor, compositor e multi-instrumentista nascido em São Paulo, Adriano Cintra lança em setembro seu primeiro trabalho solo, “Animal”.

As 13 faixas de “Animal” foram compostas pelo próprio Adriano em um período bastante curto: entre dezembro de 2012 e o Carnaval de 2013. Nasceram em inglês, idioma que predominou também nos repertórios de Thee Butchers Orchestra, Cansei de Ser Sexy e Madrid, entre outras bandas em que músico atuou e atua desde o começo da carreira, nos anos 1990.

Para sua estreia sozinho, entretanto, Adriano tinha vontade de fazer um álbum cantando em português. Muito pelo convívio com os trabalhos que produziu nos últimos tempos, seja para o jovem compositor Marcelo Jeneci, para a banda Jota Quest ou para a veterana Marina Lima. Então, levou as novas canções ao jornalista Marcus Preto, diretor artístico do projeto, e esse teve a ideia de distribuir cada faixa para um letrista – para que trabalhassem a partir da letra em inglês ou fugissem completamente do tema inicial.

O critério principal para escolher esses parceiros: todos precisavam ter real identificação com o trabalho do próprio Adriano. Só dessa maneira poderiam criar algo que não escapasse do universo tão pessoal dele, em que a ironia, agressividade e humor funcionam em conjunto como poderoso elemento estético.

Antes de enviar as faixas para os futuros parceiros, Adriano gravou as demos de “Animal” em casa, sozinho. Tocou ele mesmo quase todos os instrumentos: guitarra, baixo, synths e vocais. E o fato de os letristas terem trabalhado sobre faixas já prontas – com os arranjos quase definitivos e vocais bem delineados – foi determinante para que a unidade (inclusive poética) de todo o álbum se mantivesse intacta.

Foi chegando, então, a versão em português de “Animal” – agora um trabalho de parcerias. As colaborações vêm tanto de artistas veteranos, como Guilherme Arantes, John Ulhoa (da banda mineira Pato Fu) e Odair José, quanto da nova guarda da música brasileira, como as meninas Gaby Amarantos, Alice Caymmi, Naná Rizzini e Marina Ribatski e os meninos Tim Bernardes (do grupo paulista O Terno), Kiko Dinucci (dos coletivos Passo Torto e Metá Metá) e Marcelo Segreto (da Filarmônica de Pasárgada).

Com as letras na mão, Adriano entrou realmente em estúdio e regravou quase tudo. De novo, sozinho. Numa etapa seguinte, incluiu algumas participações instrumentais. Guilherme Arantes fez um piano aqui. Naná Rizinni fez muitos backing vocals. Algumas faixas ganharam a coprodução de Péricles Martins, do projeto eletrônico Boss in Drama.


Produtos Relacionados