Google+

English


Comprar


Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • 1937
  • Mandacaru
  • Train To Ipanema
  • Sambalaya
  • Blues Bossa
  • Laudir's Theme
  • Bossa Got The Blues
  • Kalunga Rocket
  • Vou Nessa
  • Galeria Menescal
Bossacucanova, Roberto Menescal – Bossa Got The Blues
06/09/2019

Quando surgiu, há pouco mais de duas décadas, o Bossacucanova causou furor e interesse ao apresentar uma criativa e original mistura de elementos da música eletrônica e da bossa nova. Desde então, o trio formado por Alex Moreira, Marcio Menescal e o DJ Marcelinho da Lua lançou seis álbuns e atraiu a atenção do público e dos críticos. O sétimo registro, “Bossa Got The Blues”, chega às lojas e aos aplicativos de música pela gravadora Deck e conta com participação de Roberto Menescal, que participou de todo o processo criativo.

O álbum foi inteiramente composto por Menescal, seu filho Marcio, Alex e Marcelinho; a única exceção dentre as 10 faixas ficou por conta de Blues Bossa (Roberto Menescal/J.C Costa Netto). Com vários convidados especiais, “Bossa Got The Blues” torna-se ainda mais especial por se tratar de um dos últimos trabalhos de Paulinho Trompete, que faleceu no início de agosto, após assinar os arranjos de “1937”, “Train To Ipanema”, “Bossa Got The Blues” e “Vou Nessa”.

Moderna desde seu surgimento e sempre aberta às experimentações, a bossa nova ganha peso e torna-se dançante. O blues se junta à mistura como resultado, principalmente, da influência de Roberto Menescal, que aprecia e entende profundamente do ritmo americano e suas vertentes. Um carro-chefe da música brasileira no exterior, a bossa alinha-se ao blues quase que trazendo de volta à sua terra um pouco do que absorveu em sua circulação pelo mundo.


Comprar


Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • 1937
Bossacucanova – 1937
26/07/2019

Desde seu início o Bossacucanova causou furor ao misturar bossa nova e elementos eletrônicos. A fórmula deu certo e o grupo liderado por Alex Moreira, Marcio Menescal e Marcelinho da Lua ficou notável pela sua maestria nas experimentações. Dessa vez, a banda se junta a um dos expoentes da bossa, que também se aventura pelos arranjos eletrônicos, para lançar seu novo single “1937”, pela gravadora Deck.

A faixa instrumental conta com participação do pai de Marcio, o notável Roberto Menescal. O título, inclusive, remete ao ano de nascimento do cantor e compositor, contemporâneo de nomes como João Gilberto e Tom Jobim. Ao longo da música também há arranjos que misturam synths e guitarras com naipe de metais e baterias que remetem às big bands da era clássica do jazz. Apesar de incomum, a fusão mais uma vez revela a habilidade dos arranjadores em unir diferentes épocas da música — dessa vez com a ajuda de um dos mais icônicos artistas da MPB.