Google+

English


Comprar


Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • Tchacalma (Senta e Toma Um Chá) (Acústica)
Dj Chernobyl, Carlinhos Carneiro, Melina Vaz, Erick Endres, Arthur de Faria – Tchacalma (Senta e Toma Um Chá) (Acústica)
14/08/2020

Lançado em 2018, o pop “Tchacalma (Senta e Toma Um Chá)” ganha em 2020 uma versão acústica para as plataformas digitais.
O single, do dj e produtor Fredi Chernobyl, traz a participação de uma turma de peso: Carlinhos Carneiro (que é autor da faixa junto ao Fredi), Melina Vaz, Erick Endres e Arthur de Faria.


Comprar


Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • Treme (ft. Keila, Neki, Vojno Dizdar)
DJ Chernobyl – Treme (ft. Keila, Neki, Vojno Dizdar)
30/08/2019

DJ Chernobyl, o produtor e guitarrista que fundou a Comunidade Nin-Jitsu e produziu dois discos do Bonde do Role com Diplo, se juntou com os produtores/músicos de “”tallava”” (som popular da Albânia) Neki Stranak e Vojno Dizdar para recriarem o “”bailefunk em 150 bpm”” com a voz da representante do Tecno Brega revolucionário e nada tradicional, Keila (ex-Gang do Eletro).

“Treme”” é uma música divertida a qual a mistura improvável flui com naturalidade e alegria que na letra, aborda um feminismo moderno, engajada e cheio de atitude.


Comprar


Digital

Escute o Albúm

  • Track List
  • Tchacalma (Senta e Toma Um Chá)
Dj Chernobyl, Carlinhos Carneiro, Melina Vaz, Erick Endres, Arthur de Faria, King Jim – Tchacalma (Senta e Toma Um Chá)
24/08/2018

Olhaí o single “Tchacalma – Senta e Toma um Chá”, que o Fredi Chernobyl, acompanhado de um rapeize inacreditível (Carlinhos Carneiro – que também é co-autor da faixa -, Melina Vaz, Erick Endres, Arthur de Faria e King Jim) está lançando mundialmente, pela Deckdisc, no dia 24/8.

Essa primeira composição que reúne o guitarrista da Comunidade Nin-Jitsu com o vocalista da Bidê ou Balde nasceu quase sem querer, a partir da fissura de Chernobyl por sons da Sérvia e de uma parceria com o vocalista Eugene Hütz, do Gogol Bordello, que acabou não rolando. Na busca por uma letra e voz novos para a faixa que havia criado (e já continha os igualmente fãs-da-ciganada Arthur de Faria e Erick Endres), Fredi chamou Carlinhos na sua casa e propôs que tomassem um chá para pensar nuns versos (que chegaram logo em seguida – com o chá incluído). Para cantá-los (e encher a faixa de vocalizes doidões), a jazz diva Melina Vaz foi chamada. E, daí eles pensaram: “O que tá faltando pra isso ficar parecendo um supergrupo dreamteam?”, e a resposta foi “O King Jim, é claro!”, e então chamaram o mestre saxofonista dos Garotos da Rua pra entrar na festa. Pronto, “Tchacalma” virou essa inusitada reunião de (pelo menos) três gerações da música com a missão de fazer com que a palavra “senta” volte a ser interpretada literalmente na música pop.

Trata-se de um popzão pras pistas, que mistura o batidão brasileiro com o Jazz Manouche e outras referências dos balcãs.
E ele já vai chegar ao mundo com um baita clipe, dirigido por Fabio Alt, direção de arte de Jade Primavera, edição de Leo Stein e com Marcos Contreras, Catharina Conte e grande elenco, em meio a um tumultuado casamento gipsy.