Google+

English


Vespas Mandarinas na Web

Sobre

Vespas Mandarinas é o nome da banda paulistana formada em 2010 por Chuck Hipolitho (guitarra e voz), Thadeu Meneghini (guitarra e voz) e André Dea (bateria). As Vespas Mandarinas tiveram na populosa e sempre caótica cidade de São Paulo o cenário e a maior fonte de inspiração na qual sorveram seu combustível. O conjunto de influências musicais da banda, que inscreve no rock de ascendência brasileira seu traço genético, é amplo: vai da “era de ouro” do rock verde-amarelo, os anos 80, através de bandas que chegaram ao mainstream – Titãs, Ira!, Paralamas do Sucesso e Engenheiros do Hawaii – e outras mais subterrâneas, mas não menos importantes – como, por exemplo, Gueto, Smack, Picassos Falsos e Violeta de Outono.


A discografia do Vespas abrange um EP “Sasha Grey” (2011), um álbum “Animal Nacional” (2013), um DVD “Animal Nacional ao Vivo”, que também gerou um álbum digital (2015) e um compacto simples e single digital “o o v o e n j a u l a d o” (2015). A banda costuma valorizar em suas letras o discurso, a poesia e enfatiza, em muitas canções, as guitarras, grandes e robustas, manejadas pela dupla Chuck/Thadeu. O acompanhamento de André na bateria dá corpo à massa sonora das Vespas Mandarinas. As composições, segundo Meneghini, expressam profundidade, a “filigrana dourada” que se perdeu no “desletrado” e superficial rock desses esvaziados tempos. A banda encorpou esse “mojo letrístico” – em certos momentos literário e romântico e, em outros momentos, ríspido e crítico –, contando com novas e antigas parcerias musicais.

Discografia