Google+

English

Alceu Valença apresenta seu carnaval na Fundição Progresso no sábado (08)

Cantor lança novo álbum no Rio, inteiramente dedicado aos gêneros do carnaval pernambucano: frevos, caboclinhos, cirandas e maracatus

Alceu Valença está de volta ao Rio para o lançamento da turnê de seu novo álbum, “Amigo da Arte” (Deck), sábado, 8 de Fevereiro, na Fundição Progresso. O show reúne frevos, maracatus, caboclinhos e cirandas, estilos surgidos no litoral e na zona da mata de Pernambuco e os mais típicos do carnaval do Nordeste.

No palco, Alceu apresenta aos cariocas seu show de carnaval, o CARNAVALENÇA, em que traça um robusto panorama da folia de Olinda e Recife, e destrincha o frevo em todas as suas vertentes.

Dentre os frevos de bloco, de inspiração ibérico-mourisco-lusitana, estão “Frevo N°1”, de Antonio Maria (que no álbum tem participação da cantora portuguesa Carminho) e “Pirata José”, de Alceu, passando pelos frevos-de-rua, de pulsação frenética e sincopada – como em “Voltei Recife”, de Luiz Bandeira; “Diabo Louro”, “Roda e Avisa” e “Bom Demais”, de J. Michilles; até as autorais “Frevo da Lua”, “Frevo Dengoso”, “Me Segura que senão eu caio”, “Homem da Meia-Noite”, todas de Alceu com parceiros.

O mais apoteótico show do carnaval pernambucano, que a cada ano arrasta multidões ao encerramento da folia, no Marco Zero, inclui a influência negra dos maracatus – Nas batidas de bombo e estouros de bombas de “Maracatu”, em que Alceu entoa os versos do poeta pernambucano Ascenso Ferreira – e a presença indígena dos caboclinhos, de “Nas Asas do Passarinho” e “Amigo da Arte”.

As cirandas, surgidas na Ilha de Itamaracá, alinham a herança portuguesa à face sonora mais visível da tradição afro-brasileira, em “Ciranda da Aliança” e na “Ciranda da Rosa Vermelha”. Em tempo de carnaval, há espaço para o afoxé em “Anunciação”, a toada em “Belle de Jour”, a embolada na “Embolada do Tempo” e uma versão em ritmo de frevo, com arranjo de metais do maestro Duda, para a femme fatale morena “Tropicana”.

Fiel à tradição, mas guardando distância do tradicionalismo, como gosta de ressaltar, Alceu desenvolve a cada carnaval um repertório exclusivamente focado nos gêneros da folia nordestina – num espetáculo diverso dos que costuma apresentar no Rio. É este inseparável amigo da arte, em uma de suas principais vertentes, que o público da Fundição Progresso verá em ação no show de lançamento de seu mais novo álbum.

Alceu apresenta seu CARNAVALENÇA ao lado de Paulo Rafael (guitarra), Nando Barreto (baixo), Tovinho (teclados), Cássio Cunha (bateria), Edwin das Olindas (percussão), além de um quarteto de metais em brasa formado na melhor escola pernambucana do frevo.

SERVIÇO:

CARNAVALENÇA – ALCEU VALENÇA NA FUNDIÇÃO PROGRESSO

Sábado, 8 de fevereiro – Abertura: 22h / Início: 0h

Fundição Progresso (Rua dos Arcos, 24 – Lapa – Rio de Janeiro)
Ingressos: http://novosite.ingresso.com/rio-de janeiro/fundicao/hotsite
Telefone: (21) 3212-0800 / E-mail: contatofundicaoprogresso@gmail.com.br

Pontos de Venda: Bilheterias da Fundição Progresso – De segunda a sexta, das 12h às 14 e das 15h às 20h ou sábados (somente em dias de show) a partir das 12h; LOJAS TOULON: Barra Shopping, Rio Sul, Nova America, Top Shop, Plaza Niterói e Tijuca ou POSTOS BR: Mirili (Av. das Américas, 3757 – Barra da Tijuca) e Bougainville (Rua Uruguai, 48 – Tijuca).

Estacionamento próximo: Catedral – acesso pela Avenida Paraguai sentido Zona Sul.

Fundição Progresso – Informações para a Imprensa:
Anna Carolina Braz: (21) 2215-0025 / 98729-5358 – anna@solmaiorcomunicacao.com.br / Constância García: (21)2215-0025 / 97460-4331 – constancia@fundicaoprogresso.com.br

ASCOM TROPICANA PRODUÇÕES:

Julio Moura (21) 8294-8362 – (21) 2511-2148

juliomoura@alceuvalença.com.br

Redes Sociais: Beto Feitosa (eu@betofeitosa.com)

www.alceuvalenca.com.br / https://www.facebook.com/alceuvalencaoficial