Google+

English


Amarelo Manga na Web

Sobre

Após um ano trabalhando como trio, a banda Amarelo Manga retorna à sua célula mater. Julio Santa Cecília e Rafael Frejat, que iniciaram o projeto em 2015, abraçam de vez o formato de duo. À frente das guitarras e vocais, a dupla, acompanhada de seus cúmplices, faz apresentações nervosas da mais genuína papa, digerida e regurgitada das influências mútuas. Passando por obscuridades nostálgicas de 80 e 90, os meninos soam determinados a gastar suas salivas, disparando as mesmas meias-verdades que as franjas na cara tentam esconder e as vozes dobradas miram enfatizar. Eles se revezam na ânsia de realizar, se não tudo em prática, quase tudo; desde as composições até a produção e mixagem de seu primeiro disco, Nuca, passando também pela direção de seus videoclipes.


Apaixonados por texturas analógicas, capturaram, ao longo do ano passado, algumas imagens da rotina da banda e de amigos próximos com uma antiga câmera VHS, comprada de algum sujeito na internet que, coitado, nem desconfiava do potencial de tal ferramenta. Após uma edição frenética, buscando manter essa espontaneidade, os esforços dos garotos foram impressos nos videoclipes das músicas Geribá e Miojo, ambas incluídas no primeiro registro do grupo. Essa última acaba de emergir à superfície, revelando ao mundo um pouco mais das peculiaridades da banda em seu próprio universo. O projeto passeia pelo circuito de casas e shows alternativos do Rio de Janeiro, se apresentando ao lado de nomes como Crusader de Deus, Def, Felipe Neiva e Mari Romano. O duo vem preparando mais conteúdo e uma volta aos palcos com nova formação. Agora é esperar pra ver o que sairá desse novo rumo.

Discografia