Google+

English

Elza Soares lança clipe de “O Que Se Cala”

Uma das personalidades mais influentes da atualidade, Elza Soares apresenta hoje o clipe de “O Que Se Cala”. A canção que diz sobre o “país ser o meu lugar de fala” e defende a livre expressão é a abertura do seu recém-lançado álbum “Deus É Mulher” (Deck/2018). A música é de autoria de Douglas Germano, também compositor da forte “Mulher da Vila Matilde”, registrada no disco anterior.

“O que eu pedi nesse clipe foi o seguinte: a liberdade de fala nesse momento de dor, de angústia, de incerteza, que ninguém sabe nada. Eu peço a união, o amor, a delicadeza, a gentileza. Eu peço paz para todos os seres humanos. É isso que eu digo: o meu país é o meu lugar de fala, eu não quero ficar muda, entendeu? E não gostaria que eu perdesse a minha voz, a minha fala, nem a de ninguém. Vamos ficar num momento de amor, pelo amor de Deus, é o que eu peço sempre: muito amor, muita alegria. Olha nossa juventude chegando aí, querendo gritar, querendo falar. Olha nossas mulheres lutando, brigando, querendo seu lugar de apoio, de fala, de liberdade. É como eu peço naquela música: ‘me deixem cantar até o fim’. Me deixem falar até o fim, eu e todos. É isso que eu quero, muito amor, muita paz. É não dormir angustiada e acordar apavorada. É isso que eu peço, pra mim e pra todos. É isso que eu quero mostrar nesse clipe”, conta Elza Soares.

O vídeo disponibilizado hoje no seu canal do YouTube foi produzido pelo Filmdesign e Academia de Filmes, com direção e roteiro de Ana Julia Travia e Cesar Gananian. “A partir da letra politizada, optamos por um caminho mais poético e místico. A Ana Julia encontrou no afrofuturismo, um conceito que dialogava muito com a minha pesquisa ótica”, conta Cesar.

O clipe foi gravado no litoral norte de São Paulo e nos estúdios da Academia de Filmes. As imagens trazem Elza em um cenário futurista e um grupo dançando na praia, coreografados pela Corpórea – Companhia de Corpos. “O resultado foi um encontro de potências. Por um lado, convidamos uma equipe super jovem que teve o seu lugar de fala respeitado no processo criativo do vídeo. Por outro, Elza, que desde as primeiras conversas, desejava inspirar as pessoas com imagens que trouxessem energia e esperança em tempos de desamor”, diz Ana Julia.

Para assistir, acesse:

Elza Soares na Internet:
Facebook: https://www.facebook.com/elzasoaresoficial/
Instagram: https://www.instagram.com/elzasoaresoficial/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCKdvIFcpBqKYQuoNfDndO4w
Spotify: https://open.spotify.com/artist/4cn4gMq0KXORHeYA45PcBi?si=0EnIFoEWQI2N1zVTpXqaWA

Ficha Técnica Clipe “O Que Se Cala”
Direção, roteiro e montagem: Ana Julia Travia e Cesar Gananian

Direção de Fotografia e Câmera: Luiz Augusto Moura

Direção de Arte: Eric Oliveira

Figurino: Igor Bibiano

Joias: Fran Costa

Light Painting: Renan Cerpa

Produção executiva: Ana Lisboa
Cesar Gananian
Janaína Freitas

Produtores associados:
Eduardo Raphul Marujo
Paulo Roberto Schmidt

Direção de Produção: Janaína Freitas

Assistente de Direção: Thatiane Almeida

Assistente de Produção: Fernando Sá – Barba

Coreografia: Corpórea Companhia de Corpos

Coreógrafa: Malu Avelar

Direção de Movimento: Verônica Santos

Provocador e ensaiador: William Simplício
Com
Aurelino Alves dos Santos
Danna Lisboa da Silva
Deva Sitara
Eric Oliveira
Jheniffer Batista de Oliveira
Larissa Lima
Maria Regina Santos
Malu Avelar
Pâmela Cristina Teixeira de Assis
Rubens Oliveira Martins
Slim Soledad
Sol Almeida

Thiago Begins
Verônica Santos
William Simplício

Maquiagem: Mary Jasso
Carol Romero

Color Grading: Júlia Bisilliat

VFX: Polenga (J.R.)

Créditos: Lorota

Stylish Elza Soares: Wesley Pachu

Assistentes de Câmera:
Fábio Moraes
Ricardo Dutra
Cauê Arnaud Gruber

Logger: Fábio Moraes

Contra-regra: Jorge Spadaro

Elétrica:
Tatiane Ursulino
Joyce Santos Almeida
Francisco Seixas Ruiz
Atenaelson Silva Torres

Maquinista: Vinicius Almeida

Catering: Manje Culinária

RVS Eventos

Logística Academia de Filmes

Michele Lapiapari

Conform

Thiago Gacobelli

Motoristas

Marcelo da Silva Andrade
Edson Gomes Stein
Lauro Transportes
Valdir Alvares

Agradecimentos
André Vidigal
Alberto Pereira Jr.
Fernanda Fonseca
Eugênio Lima
Projeto Marieta
Edison Ieiri
Igreja Batista Água Branca
Cinevideo
Moving Track
Lu Federman
Tadeu Jungle

Apoio Cinecam

Uma produção Filmdesign e Academia de Filmes