Google+

English

Marcelinho da Lua e Kishimoto remixam “Ninguém É de Ninguém”, de Pitty

Uma das últimas composições do álbum “MATRIZ” (Deck/2019) a ficar pronta, “Ninguém É de Ninguém” nasceu por acaso, quando Pitty ouviu seu baterista Daniel Weksler tocando uma batida que remetia a “um ragga, com pé no Nordeste e influências de ritmos eletro-caribenhos”. A cantora passou a trabalhar no beat e construir a música, que se tornou um rock suingado com elementos eletrônicos. Esses elementos são ainda mais explorados com os novos remixes de “Ninguém é de Ninguém” que o DJ Marcelinho da Lua e Kishimoto assinam e lançam pela gravadora Deck.

De acordo com o DJ Marcelinho, que contou com ajuda do Bossacucanova Marcio Menescal, esse foi o seu “primeiro remix de uma artista mais rock’n’roll e tentamos fazer um crossover com algo mais psicodélico sem perder o groove da música. Além disso, adoro o papo reto (das letras) dessa canção”. Kishimoto trata-se de Paulo Kishimoto, tecladista da banda da Pitty que também participou das gravações do disco.

Além dos remixes, “Ninguém é de Ninguém” também ganhou um videoclipe dirigido por Fernando Mencocini e rodado no bairro da Consolação em São Paulo, num casarão construído em 1920. As releituras do single da baiana podem ser conferidas em todos os aplicativos de músicas.

>> Ouça os remixes: https://Pitty.lnk.to/NinguemEdeNiguemremixesPR