Google+

English


Memory Tapes na Web

Sobre

O projeto do músico Dayve Hawk alcança um patamar que tem caracterizado alguns dos mais interessantes artistas de hoje: um remix de influências que, apropriadas e filtradas pelo músico e compositor, tornam-se autênticas e marcantes de um estilo único. E conseguimos, num único álbum, ouvir ecos do indie pop do Phoenix, a melancolia das mais gélida canção do Bon Iver e a cinza paisagem urbana do Portishead. A base para “Player Piano” nasceu da idéia de que “seriam músicas psicodélicas, baseadas no teclado, de um grupo de garotas, tipo uma nota suicida da Motown”.


“Player Piano” é o segundo álbum do Memory Tapes, lançado pela Vigilante (Deck). Assim como o seu antecessor, o aclamado “Seek Magic”, o disco foi gravado no estúdio na casa de Dayve, em New Jersey, aonde ele se equilibra entre cuidar de sua filhinha e ser um músico. Enquanto “Seek Magic” foi mais eletrônico, com muitos sons dançantes, “Player Piano” é mais sobre a melodia. Basicamente, há muitas partes pegajosas no novo álbum: refrões para cantar junto e músicas que se apresentam acessíveis desde a primeira audição, apesar de letras tristes que descrevem uma mente desconexa e um profundo sentimento de isolamento.

Discografia