Google+

English


Alceu Valença na Web

Sobre

Nasce em 1° de julho, Alceu de Paiva Valença, filho de Décio e Adelma, na Fazenda Riachão, localizada em São Bento do Una, agreste pernambucano, onde vive até os cinco anos de idade. O envolvimento de Alceu com a música começa na infância, através dos cantadores de feira da sua cidade natal. Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga e Marinês, três dos principais irradiadores da cultura musical nordestina, foram captados por ele. Em casa, a formação ficou por conta do avô, Paulo Alves Valença, que era poeta e violeiro. Aos 10 anos vai para Recife, onde mantém contato com a cultura urbana, e ouve a música de Orlando Silva e Dalva de Oliveira, alternando com o ritmo de Little Richard, Ray Charles e outros ícones da chamada primeira geração do rock'n'roll. Recém-formado em Direito no Recife, em 1969, desiste das carreiras de advogado e jornalista (trabalhou como correspondente do Jornal do Brasil) e resolve investir na música. Em 1971, vai para o Rio de Janeiro com o amigo e incentivador Geraldo Azevedo. Começa a participar de festivais universitários, como o da TV Tupi com a faixa “Planetário”.Nada acontece. Nenhuma classificação, pois a orquestra do evento não conseguiu tocar o arranjo da canção. Em 1980, lança o LP Coração Bobo (Ariola), cuja música de mesmo nome faz sucesso nas rádios de todo o país, revelando o nome de Alceu Valença para o grande público. Apresenta-se em vários estados brasileiros.


Em 1996, ao lado de Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Elba Ramalho participa da série de shows O Grande Encontro, que percorreu diversas cidades brasileiras e registrada pela gravadora BMG no álbum de mesmo nome. Em julho de 2000, participa da noite "Pernambuco em canto: carnaval de Olinda", no Festival de Montreux (Suíça)2 , ao lado de Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Naná Vasconcelos e Moraes Moreira. Em maio de 2003, grava novo projeto ao vivo no Rio de Janeiro (Indie Records), reunindo vários sucessos em um álbum e, pela primeira vez, em DVD. Em julho, é agraciado com o Prêmio Tim de Música Brasileira na categoria "Melhor cantor regional", pelo álbum De Janeiro a Janeiro, em cerimônia realizada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Ainda nesse mês chega às lojas o álbum Ao vivo em todos os sentidos. Em agosto o DVD do mesmo projeto é lançado. Após um recesso de seis anos, Alceu Valença lança em fevereiro um novo álbum reunindo frevos, maracatus, caboclinhos e cirandas, principais gêneros do carnaval pernambucano. Intitulado “Amigo da Arte”, o disco, que será lançado pela Deck, tem a produção assinada por Paulo Rafael e a masterização de Ricardo Garcia, do Magic Master (Rio de Janeiro). A ilustração da capa é da amiga artista Marisa Lacerda e foi feita originalmente para o convite de casamento de Alceu e Yanê Montenegro.

Discografia