Google+

English


Roberta Campos na Web

Sobre

antora, compositora e escritora, Roberta Campos é um dos novos nomes que aparecem em um time de grandes cantoras da MPB. Mineira de Caetanópolis, Roberta aprendeu a tocar violão sozinha aos 11 anos de idade e canta profissionalmente desde 1998. Em 2008 lançou seu primeiro disco independente, “Para Aquelas Perguntas Tortas”; em 2010 com a gravadora Deck Disc, lançou “Varrendo a Lua”; em 2011 foi a vez de “Diário de Um Dia” (Deck Disc). Em 2015 lançou seu mais recente trabalho “Todo Caminho é Sorte”, que lhe rendeu a indicação ao Grammy Latino 2016 na categoria "Melhor Álbum de MPB", trazendo composições próprias, além de regravações de sucessos como Casinha Branca (Gilson e Jordan) e que conta com a participação de nomes como Marcelo Camelo e Marcelo Jeneci. Ainda em 2015, Roberta Campos estreou como escritora com o livro “Tudo o que pertence ao meu futuro e ao seu” (Matrix Editora), com trabalhos antigos e recentes. A obra é separada pelas quatro estações: Poemas mais ensolarados no verão, mais floridos na primavera, mais introspectivos no outono, mais tristes para o inverno.


Ela diz ter se inspirado em Manoel de Barros: “Ele sempre foi o meu poeta preferido e nele encontro a leveza da vida, a pureza de uma criança e a beleza de um pôr do sol”. Como compositora Roberta tem mais de 200 composições no currículo é autora de grandes sucessos de trilhas de novelas como "Abrigo" (O Outro Lado do Paraíso - TV Globo),"Minha Felicidade" (tema de abertura de Sol Nascente – TV Globo); “De Janeiro a Janeiro” (Além do Tempo e Sangue Bom – TV Globo), canção gravada em parceria com Nando Reis que alcançou a marca de mais de 30 milhões de visualizações na internet e os primeiros lugares nas rádios de todo o Brasil; “Varrendo a lua” (Malhação – TV Globo); “Sete Dias” (Amor Eterno Amor – TV Globo) e “Felicidade” (Além do Horizonte – TV Globo). Em mais de 15 anos de carreira, já cantou ao lado de nomes como Milton Nascimento, Fernanda Takai e Moska e teve composições gravadas por vários artistas como Patu Fu e Nenhum de Nós.

Discografia